A vitamina D, conhecida também como colecalciferol, e seus pró-hormônios precursores são fundamentais em diversos processos do metabolismo. Entre eles, aqueles responsáveis pela formação óssea, por regular a absorção de fósforo e cálcio no organismo e processos do sistema imunológico. Ela também funciona como um hormônio esteroide, cuja função principal é regular a homeostase do cálcio, participando da formação e da reabsorção óssea, através da sua interação com os rins, intestinos e paratireoides.

Como funciona a síntese da vitamina D

A produção endógena é a partir do colesterol, sendo somente ativada após exposição à radiação ultravioleta (UVB).

Essa vitamina é adquirida através de uma alimentação balanceada, podendo ser encontrada em alimentos como: leite, sardinha, salmão, óleo de fígado de peixe, cogumelos e ovos.

Qual é a ingestão diária recomendada?

  • Crianças e adultos até 50 anos: cinco microgramas/dia (200 UI/dia);
  • Pessoas entre 50-71 anos de idade: 10 microgramas/dia (400 UI/dia);
  • Idosos acima de 70 anos: 15 microgramas/dia (600 UI/dia).

Observação: essas doses podem ser ajustadas por um profissional da saúde se necessário, podendo variar conforme estilo de vida e condições de saúde.

Suplementação

O tratamento para a deficiência de vitamina D é indicado para todos os pacientes, tanto para aqueles que possuem sintomas que indiquem a falta da vitamina no organismo quanto para aqueles que não possuem. Este tratamento pode ser feito com a reposição na forma de comprimidos ou cápsulas de vitamina D3. O suplemento deve ser tomado juntamente com uma refeição que tenha gordura, já que se trata de uma vitamina lipossolúvel.

As recomendações de reposição de vitamina D variam e dependem da deficiência e necessidade de cada paciente. O tratamento deve sempre ser orientado por um médico ou nutricionista.

Para crianças de 1 a 18 anos de idade com deficiência de vitamina D, geralmente sugere-se um tratamento com 2.000 UI / dia de vitamina D3 por pelo menos seis semanas. E, para manutenção, deve-se manter 600-1.000 UI/dia. Os adultos podem fazer uma suplementação com 6.000 UI de vitamina D3 por dia por 8 semanas. E para manutenção, continuar com 1.500-2.000 UI/dia.

Quais os problemas gerados pela deficiência de vitamina D?

Nos dias atuais, a deficiência de Vitamina D está cada vez mais comum. E isso pode causar alguns problemas sérios de saúde com o desenvolvimento de algumas doenças, como obesidade, e até doença autoimunes, como diabetes mellitus tipo 1, doenças inflamatórias intestinais e artrite. Sua deficiência prolongada pode causar ainda: raquitismo, osteomalácia e osteoporose.

Sintomas da deficiência da Vitamina D

  1. Excesso de cansaço e fadiga;
  1. Depressão;
  1. Redução da densidade óssea;
  1. Baixa imunidade;
  1. Aumento da Inflamação e dor;
  1. Pressão arterial elevada.

Benefícios da vitamina D para a pele

  1. Minimiza a ocorrência de acne;
  1. Ajuda a tratar feridas da pele;
  1. Reduz o risco de Eczema;
  1. Ameniza as rugas;
  1. Revitaliza a pele.

Alimentos ricos em Vitamina D

 

  • Óleo de fígado de bacalhau: 1 colher de sopa tem 1360 UI;
  • Espadarte (peixe-espada): cada 100 apresenta aproximadamente 665,8 UI;
  • Salmão vermelho (sockeye) cozido: uma porção de 100 g traz cerca de 561 UI;
  • Atum enlatado em água e escorrido: 100g contêm em torno de 181 UI;
  • Suco de laranja fortificado com vitamina D: 1 copo tem 137 UI;
  • Leite fortificado com vitaminas: cada copo tem de 115 UI a 124 UI;
  • Iogurte fortificado com 20% do valor diário recomendado de vitamina D: 200 ml carregam aproximadamente 91,5 UI;
  • Margarina fortificada: 1 colher de sopa apresenta 60 UI;
  • Sardinha enlatada em óleo e escorrida: uma porção tem 46 UI;
  • Bife de fígado cozido: uma porção de 100g contém aproximadamente 49,4 UI;
  • Gema de ovo: uma gema grande de ovo tem 41 UI;
  • Cereal fortificado com 10% do valor diário recomendado de vitamina D: 1 xícara possui 40 UI;
  • Queijo suíço: uma porção de 100g carrega aproximadamente 21,4 UI.

Monitoramento e correção

A vitamina D deve ser sempre monitorada para, se necessário, ser feita a correção de sua ingestão, buscando uma melhor saúde da nossa pele, ossos e sistema imune.
A Mealth Clinic, clínica dermatológica no Rio de Janeiro, conta com um time de nutricionistas capacitados para te atender e tirar suas dúvidas. Agende uma consulta!