Hoje, 29 de Outubro,  é o Dia Nacional da Conscientização da Psoríase e muitas dúvidas surgem quando falamos sobre essa doença da pele que causa inflamação e irritação não contagiosa.

Atualmente no Brasil, a Psoríase atinge mais de 5 milhões de pessoas no país, de acordo com a Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD). Apesar do número, a psoríase ainda é pouco conhecida pela população. Neste artigo, a equipe de dermatologistas da Mealth Clinic explica o que ela é, o que causa no corpo e orienta sobre o tratamento mais indicado.

O que é a Psoríase?

Trata-se de uma doença inflamatória que pode se manifestar de diversas formas. Desde apenas lesões nas unhas até o acometimento de toda a pele e articulações.

Sua principal apresentação é como lesões em placa, vermelhas, descamativas, podendo ou não ter coceira associada. As principais áreas acometidas são cotovelos e joelhos.

Quais são as principais causas?

A causa desta doença é desconhecida, mas acredita-se ser multifatorial. Seu caráter hereditário é incontestável, mas outros fatores desencadeantes são necessários para abrir quadro da doença.

Uma pergunta frequente é se o stress pode causar a psoríase, na realidade os dermatologistas esclarecem que ele sozinho não, mas em pacientes pré-disponíveis ele pode ser um gatilho para o aparecimento da doença.

Como avaliar os sintomas?

O diagnóstico e acompanhamento é realizado por um especialista. As lesões de pele, no couro cabeludo e nas unhas são avaliadas pelo dermatologista, que diante da extensão do quadro escolhem o tratamento mais adequado para cada caso.

A avaliação desses pacientes, no entanto, não se restringe a pele, seu acompanhamento deve ser multidisciplinar. Pois muitas vezes encontramos além das lesões cutâneas acometimento articular, aumento do colesterol, glicemia, aumento da cintura abdominal, da pressão arterial que fazem parte da Síndrome plurimetabólica, entre outras comorbidades.
A doença pode ocorrer em todas as idades, mas os picos de prevalência são na infância/adolescência e depois dos 50 anos e sem predileção por sexo masculino ou feminino.

A doença tem cura?

A psoríase é uma doença crônica, na qual temos períodos de melhora, remissão, mas também piora. Sendo assim não podemos falar em cura.O tratamento indicado varia desde cuidados locais com hidratantes e pomadas específicas até medicações injetáveis. Quem determinará o melhor para cada paciente é o médico. Mas, existe uma maneira de preveni-la?

Segundo os dermatologistas, uma vez sabendo que é uma doença inflamatória, devemos evitar hábitos pró-inflamatórios como álcool, tabaco e stress. Outra questão que pode contribuir para a melhor das lesões é a alimentação.

Ou seja, na prática os hábitos de vida saudáveis tem a função de minimizar as crises e melhorar as lesões. Alimentos ricos em ômega 3, licopenos e outros antioxidantes ajudam no controle da doença. Psoríase precisa ser tratada. Fique atento aos sinais do seu corpo.

Procure a Mealth Clinic – clínica dermatológica no Rio de Janeiro – que conta com um time de médicos dermatologistas especializados para tirar todas as suas dúvidas!