A preocupação em manter uma aparência jovem e bonita e a busca por um corpo perfeito fazem com que algumas pessoas recorram a determinados procedimentos estéticos, e essa prática vem aumentando ao longo dos anos, assim como a variedade e eficiência dos tratamentos. O que você talvez não tenha conhecimento é que, através da nutrição, o efeito desses tratamentos pode ser potencializado ou reduzido.

Acontece que a imagem corporal é reflexo do funcionamento do nosso organismo por dentro, ou seja, celulite, gordura localizada, flacidez, envelhecimento cutâneo, acne, queda de cabelo, etc. são consequências de alguma desordem que estamos sofrendo. Por isso, uma alimentação balanceada é fundamental, já que irá refletir na manutenção do equilíbrio do corpo todo, combatendo a causa do problema e não só a consequência.

Então, vamos às dicas?

  • Beba água: a primeira e fundamental dica é que você beba ao menos oito copos (200 ml) de água por dia (exceto pessoas com problemas renais crônicos). O consumo adequado de água melhora o funcionamento dos seus rins, facilita as trocas metabólicas e a eliminação de toxinas pela urina, o que garante uma melhor resposta a qualquer tratamento.
  • Consuma alimentos probióticos: os probióticos são muito importantes para o equilíbrio e o restabelecimento da microbiota intestinal, ajudam na imunidade e normalizam o ritmo intestinal, auxiliando na absorção de nutrientes. Eles costumam ser encontrados em iogurtes fermentados ou são vendidos separadamente em sachê e, neste caso, o seu uso deve ser acompanhado por um nutricionista ou médicos capacitados.
  • Ingira mais vegetais verdes: os vegetais verde-escuros possuem alta concentração de vitaminas antioxidantes, em particular betacaroteno, ácido fólico e magnésio, que combatem o envelhecimento cutâneo. É importante procurar usar os mais verde-escuros possíveis (cor mais intensa), e quanto mais cru melhor para evitar a destruição da vitamina C pelo calor.
  • Habitue-se a beber chás: beba diariamente duas a três xícaras de um dos seguintes chás: chá verde, hortelã, alecrim, cidreira ou erva-doce. Vale lembrar que os chás com fundo terapêutico não devem ser adoçados (sem açúcar, mel ou adoçante). Esses chás têm ação desintoxicante, digestória, anti-inflamatória e calmante. Os polifenóis presentes nesses chás bloqueiam a ação dos radicais livres e agem como antioxidantes. Outro alerta com relação aos chás é que o consumo não deve ser feito perto das refeições, evitando com isso a competição entre os componentes das plantas e os nutrientes dos alimentos.
  • Consuma menos sal: diminuir o sal no preparo dos alimentos, substituindo-o por ervas (orégano, salsa, alecrim, manjericão, açafrão etc.) ou limão é uma ótima dica. Além disso, evite o consumo excessivo de produtos ricos em sódio, como os enlatados, congelados e embutidos (presunto, salsicha, mortadela e salame). O sal em excesso pode provocar inchaço devido à grande retenção de líquidos, diminuindo muito o efeito da maioria dos procedimentos estéticos.
  • Proteja-se do sol: usando protetor solar? Sim, usando protetor solar diariamente, mas consumindo também alimentos que chamamos de fotoprotetores. Certamente você já ouviu falar que cenoura faz bem para a pele, e é verdade. A cenoura, o tomate e o damasco são fontes de betacaroteno, que minimizam os efeitos nocivos do sol. Além dos carotenos, os flavonoides também fazem parte deste grupo fotoprotetor e são encontrados no chá verde, no cacau e no vinho tinto. Para maximizar o efeito dos seus procedimentos, principalmente os de pele, inclua no seu cardápio por no mínimo três meses esses alimentos.

Aproveite ao máximo o benefício que os alimentos podem te oferecer e, para melhores resultados, procure a Mealth Clinic, nossa equipe de Dermatologistas, Nutricionistas e Esteticistas está pronta para te atender.