As cicatrizes são tecidos de reparação formados visando restaurar algum dano inflamatório ou trauma, como uma incisão cirúrgica ou corte. A evolução da cicatrização depende de fatores individuais, tais como tendência genética a queloide e cor da pele; bem como do repouso adequado durante a cicatrização, proteção solar, tabagismo, entre outros.

Sabemos que o hábito de fumar causa prejuízo à cicatrização, como também dietas com baixa ingestão proteica ou uso demasiado de anti-inflamatórios esteroidais. Indivíduos de cor negra têm mais tendência a queloide, bem como lesões no tronco tendem a formar mais queloides que em outras partes do corpo.

Tipos de cicatrizes

Existem vários tipos de cicatrizes: hipertróficas que são as elevadas e respeitam os limites da incisão, aos quelóides, que são elevadas, porém ultrapassam os limites da lesão, e as atróficas, que são as deprimidas.

Tratamentos para cicatriz

As cicatrizes, podem causar desconforto estético importante, estando relacionadas a depressão, isolamento social e mudança de hábitos. O que nos anima é saber que, hoje em dia, dispomos de inúmeros tratamentos visando a melhora do aspecto estético dessas lesões. A partir de uma boa avaliação, conseguimos definir qual tratamento é mais adequado para o paciente. É importante lembrar que o tipo de tratamento depende da cor da pele, grau de exposição solar, hábitos alimentares, dentre outros.

Sendo assim, o tratamento é individual e em um mesmo paciente podemos combinar diversas técnicas. Para cicatrizes de acne, costumamos indicar peelings químicos médios a profundos, que renovam a pele, trazendo melhora da textura e manchinhas residuais. Também temos excelentes resultados conjugando ao peeling químico a técnica de microagulhamento, que consiste na microperfuração da pele por nanoagulhas de ouro, estimulando o colágeno e melhorando as cicatrizes mais profundas. A recuperação é rápida e o resultado já é visto em torno de 10 dias.

O skinbooster, ou hidratação injetável, consiste em injeções na pele a base de ácido hialurônico e tem efeito sinérgico ao microagulhamento, devolvendo viço, corrigindo linhas finas, elevando aqueles “furinhos”, nivelando a pele. Também usamos lasers mais potentes, como laser de CO2 que “evapora” a pele, devido ao alto calor, renovando-a por completo. O período de recuperação pode variar de 7 a 10 dias, e o paciente não deve se expor ao sol por até 1 mês.

Já para cicatrizes pós-cirúrgicas elevadas – hipertróficas ou queloides-, como da cesárea, podemos lançar mão das infiltrações de corticóide, que nivelam as cicatrizes sobrelevadas. Vale acrescentar que usar tiras de silicone e massagear a cicatriz com óleos auxilia o tratamento destas cicatrizes altas. Num segundo momento, vale tratar a cor avermelhada com laser ou luz pulsada objetivando tornar a coloração da cicatriz a mais próxima possível da cor da pele normal.

Já cicatrizes deprimidas, ou atróficas, podem ser tratadas a partir da injeção de ácido hialurônico, que irá nivelar a cicatriz à pele.

Estrias são cicatrizes

O que muitos não sabem, é que as famosas estrias de crescimento, ou de gravidez, também são consideradas cicatrizes. Mesmo sendo bem mais difíceis de serem tratadas, existem alternativas para amenizar o aspecto inestético destas. A citar: peelings químicos, laser CO2 e, também, microagulhamento. A recuperação das áreas corporais tratadas é mais lenta quando comparada a face. Durante toda recuperação, o paciente não deverá se expor ao Sol ou à temperaturas quentes, como saunas. Tratamentos injetáveis, como a hidroxiapatita de cálcio, têm apresentado resultados promissores no tratamento de estrias, porém ainda estão na fase de estudos. Em casa, é importante usar creme hidratantes específicos para tratamento e prevenção de estrias, bem como fórmulas com ácidos para abrandar o aspecto dessas marquinhas.

Busque um profissional de confiança

Concluímos que para cada tipo de cicatriz existe um tratamento adequado, que deve ser individualizado. Para tanto, é fundamental a análise por um profissional capacitado, de preferência, médico dermatologista, que irá traçar um planejamento a ser seguido. O tratamento é longo e o resultado varia de paciente para paciente.

A Mealth Clinic, clínica dermatológica no Rio de Janeiro, conta com um time de dermatologistas capacitados para te atender e tirar suas dúvidas. Agende uma consulta!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.